sexta-feira, 17 de outubro de 2008

O acaso...

Dia 16.10.2008.
Você, que está sozinha ao acaso,
não se preocupa com os males terrenos.
Apenas, olha serenamente, a todos nós.
Deposita seu poder através de sua luz
Deixa-nos extasiados com tanta beleza
Simplicidade é a palavra chave


Que demonstra quem tu és, tua função, tua magnitude!
É impossível não derramarmos sobre ti uma parcela de inveja
De saber que esta ai, tão distante.
Ao ponto de fecharmos os dedos, taparmos um olho e observar que cabe aqui, nas entranhas do mínimo.
Tu não sabes, rainha, mas és bela!
O que deseja e o que quero de ti é tão somente isso
Que me ilumine
Que me traga paz


Que assopre sobre mim esta tranqüilidade
Este silêncio seja recíproco
Que os males terrenos fiquem distantes de ti
Mas que essa distancia entre nós
Seja apenas uma metáfora, uma analogia
Do saber, querer e do amar.”



Dica: veja a galeria de imagens, no topo da página do lado direito, título "Flickr - Minha galeria de fotos", clicando nos respectivos links de seu gosto.

Um comentário:

Pri disse...

Sem palavras...me tocou profundamente...
Simplesmente lindo!!!!!!!!!!
Beijo!!!!!!!